Abdominoplastia e Miniabdominoplastia (Cirurgia Plástica do Abdome)

Cirurgia do Abdomen

Esta cirurgia tem por finalidade a correção do excesso de pele da região abdominal. A cicatriz se localiza na porção baixa do ventre, ficando escondida pelas roupas de banho. O seu tamanho varia em função da quantidade de pele a ser retirada, sendo tanto maior, quanto maior o nível da flacidez. Quando as ressecções cutâneas forem pequenas usa-se a variante menor, a miniabdominoplastia. Quando há flacidez da musculatura abdominal esta é reparada no mesmo tempo cirúrgico. A associação com a lipoaspiração do abdome é frequente e produz um contorno abdominal mais harmônico e refinado. Geralmente se realiza sob anestesia peridural e sedação. A alta ocorre no mesmo dia ou no dia seguinte. O tempo de recuperação varia entre 10 e 14 dias.

QUANTOS QUILOS VOU EMAGRECER COM A ABDOMINOPLASTIA?

Sendo uma cirurgia que retira determinada quantidade de pele e gordura, evidentemente haverá uma redução no peso corporal, que varia de acordo com o volume do abdome de cada paciente. Não são, entretanto, os “quilos” retirados que definirão o resultado estético, mas sim as proporções que o abdome terá com o restante do tronco e os membros. Paradoxalmente, os abdomes que apresentam melhores resultados estéticos são justamente aqueles em que se fazem as menores retiradas. Assim é que a maioria das mulheres apresenta certa “flacidez” do abdome após um ou vários partos, com predominância de pele sobre a quantidade de gordura localizada na região. Estes casos nos permitem excelentes resultados. Em outros casos, em que o paciente está com o peso acima do normal, o resultado também será compensatório e proporcional ao restante do corpo; entretanto, vale a pena lembrar que “excesso de gordura” em outras regiões vizinhas do abdome ainda existirá, o que nos leva a aconselhar àquelas que assim se apresentem a prosseguir com um tratamento dietético ou físico, para equilibrar as diversas partes entre si.

É VERDADE QUE SERÁ FEITO UM NOVO UMBIGO?

Não. O seu próprio umbigo será transplantado e, se necessário, remodelado. Deve-se levar em conta que, circundando o umbigo poderá existir uma cicatriz que sofrerá a mesma evolução da cicatriz inferior. Várias técnicas existem para a reimplantação do umbigo.

A DERMOLIPECTOMIA ABDOMINAL CORRIGE AQUELE EXCESSO DE GORDURA SOBRE A REGIÃO DO ESTÔMAGO?

Nem sempre. Isto depende do seu tipo de tronco (conjunto tórax + abdome). Se ele for do tipo curto, pode não ser corrigido. Sendo do tipo longo, o resultado tende a ser mais favorável. Também têm grande importância, sob este aspecto, a projeção óssea da caixa torácica e a competência do mecanismo muscular de contenção do conteúdo abdominal.

QUAL O TIPO DE ROUPA DE BANHO PODEREI USAR APÓS A CIRURGIA?

O tipo de roupa de banho dependerá exclusivamente de seu próprio manequim. O uso de biquínis muito pequenos pode não ser mais possível, devido à cicatriz, que é tanto maior quanto maior for a flacidez. Lembre-se que o bisturi do cirurgião apenas aprimora suas próprias formas, que poderão ser melhoradas ainda mais, com cuidados de um esteticista, um fisioterapeuta, um nutrólogo e um educador físico.

PODEREI TER FILHOS FUTURAMENTE? O RESULTADO NÃO FICARÁ PREJUDICADO?

Sim, você poderá, mas isto pode comprometer o seu resultado. Esta é uma cirurgia que deve, idealmente, ser indicada para aquelas mulheres que já não mais têm planos de engravidar. Há casos de exceção, em que mulheres que ainda não tiveram sua prole apresentam uma grande necessidade de corrigir um abdome muito flácido. A indicação dependerá de um amplo debate entre a paciente e o cirurgião.

SÃO UTILIZADOS DRENOS?

Não.

QUANDO SÃO RETIRADOS OS PONTOS?

A retirada dos pontos ocorre entre o 10º e o 14º dia.

QUANDO PODEREI TOMAR BANHO COMPLETO?

Após 24 horas do término da cirurgia.