O que você deve saber sobre próteses de silicone

 

Você já teve baixa autoestima por ter os seios pequenos? Já teve vontade de ter “seios perfeitos“? Se sim, você não está sozinha! A mamoplastia de aumento ou colocação de próteses de silicone é a cirurgia plástica mais realizada em todo o mundo.

O pré-operatório

O passo número um é escolher um bom cirurgião plástico, que entenda suas necessidades e que possa orientá-la bem. Na segunda consulta com o seu cirurgião, você deve levar exames pré-operatórios que atestem a sua aptidão para realizar a cirurgia. Depois disso, recomenda-se não fumar pelo menos nas duas semanas que antecedem a operação.

Onde vai o silicone?

Por baixo da glândula: a prótese é colocada entre o tecido mamário e o músculo peitoral. Está opção causa menos dor para a paciente depois da operação. Mas o implante pode ficar aparente se ela for muito magra ou tiver mamas pequenas, pois, por ser uma região mais superficial, pode não haver gordura e glândula mamária suficiente para cobrir as bordas da prótese.

Por baixo do músculo: Como fica instalado de forma mais profunda, o resultado tende a ser mais natural, principalmente para mulheres magrinhas. Essa localização também diminui sensivelmente a ocorrência da contratura capsular, um dos riscos dessa cirurgia. Em compensação, nos primeiros dias depois da cirurgia, a dor é um pouco maior.

E a cicatriz, onde fica?

Na mama: o corte é feito nos sulcos abaixo das mamas, o que facilita o acesso até o local onde a prótese será colocada. Em contrapartida, a cicatriz pode ficar visível ao se vestir um biquíni muito pequeno

Na aréola: a cicatriz fica  posicionada num meio círculo na aréola. Tem a desvantagem de ser mais visível, uma vez que a aréola ocupa a porção central da mama. Pode ser uma boa opção se você usa biquínis muito pequenos.

Na axila: O corte é feito nas axilas, local de pouca incidência de queloide. Tem a desvantagem de ficar visível, caso você frequentemente use roupas com as axilas expostas.

Tamanho e formato

Os tamanhos das próteses variam de menos de 100 ml a mais de 500 ml. Há mulheres que optam pelos mais discretos, enquanto outras preferem volumes mais generosos. Essa é uma decisão individual, que deve ser adequada ao senso de proporção em relação ao corpo. Um bom cirurgião ira fazer a orientação adequada neste sentido, respeitando, em última análise, o desejo de cada paciente.

Os implantes são capazes de modificar o contorno dos seios, podendo variar com relação ao formato, que pode ser redondo, cônico ou anatômico e à projeção (perfil), que pode ser extra alta, alta, moderada ou baixa.

Independentemente de qualquer coisa, a principal preocupação na hora de escolher dever ser a de encontrar tamanho e formato que fiquem proporcionais ao seu corpo e agradem seu senso estético.

O que é contratura capsular?

É natural o organismo reagir à colocação da prótese formando uma membrana fibrosa ao redor dela. Mas há casos em que esse tecido fica grosso e endurecido, o que pode deformar o implante.

Isso pode deixar as mamas com uma aparência artificial e, nos casos mais graves, causar dor. Hoje em dia, a incidência desse fenômeno é pequena – de 2 a 4% das pacientes sofrem com o problema – graças à qualidade do material das próteses. Para tratar a contratura capsular, deve-se trocar o implante por um novo e realizar incisões na cápsula para atenuá-la. Ela também pode ser totalmente retirada, de acordo com a avaliação do cirurgião.

Cuidados pós-cirurgia

Para garantir o bom resultado é preciso calma para retornar à rotina. O tempo de recuperação depende de cada organismo, mas veja como é a evolução, em média:

  • Repouse em casa nos primeiros dois ou três dias.
  • Você pode voltar ao trabalho depois de cinco a sete dias, desde que não haja esforço excessivo.
  • Os pontos são internos, e são absorvidos naturalmente, não sendo necessário retirá-los.
  • Você deve dormir de barriga para cima ou de lado, sem apoiar as mamas, nas primeiras 4 semanas.
  • Os movimentos dos braços são livres desde o primeiro dia, mas devem ser realizados com cuidado e suavidade.
  • É permitido dirigir depois de 7 dias, de acordo com a tolerância de cada uma.
  • Você pode voltar a fazer bicicleta ergométrica ou caminhar na esteira após duas semanas, e musculação dos membros inferiores após 3 semanas, desde que não haja esforço com os braços.
  • Natação, corrida ou musculação para membros superiores e abdome só ficam liberados depois de 45 dias. Esportes com bola (vôlei, tênis, futebol, etc.) e lutas são permitidos depois de 3 meses.
  • Tomar sol é permitido após um mês da cirurgia com biquíni escuro cobrindo as cicatrizes e usando muito filtro solar. A exposição das cicatrizes diretamente ao sol pode ser realizada depois que elas adquirirem um tom pálido (entre 6 e 24 meses).
  • O resultado final se dá após seis meses. Antes disso, não considere definitivos o tamanho e a consistência dos seios, pois eles podem estar inchados.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *